Curso Terapeuta da Memória

O Terapeuta da Memória ajuda no tratamento dos problemas da memória associados à idade, doenças, uso de medicação, drogas ou acidentes.

Curso de Terapeuta da Memória

1. Objetivo: aperfeiçoar pessoas que atuam ou desejam atuar como Terapia da Memória, auxiliando na prevenção, diminuição ou cura dos transtornos da memória.

2. Qual a função/trabalho do Terapeuta da Memória?
Prevenir, diminuir ou curar os transtornos da memória, associadas ao envelhecimento, como depressão, isolamento, vazio existencial, falta de motivação, inibição, sedentarismo, ansiedade, estresse, imobilidade, insônia, diminuição dos sentidos e problemas de raciocínio.
Outros transtornos de memória podem estar associados a uso de medicamentos, drogas, acidentes, estresse e doenças. O Terapeuta da Memória atua também nesses casos. O Terapeuta da Memória ajuda o cliente a estimular a memória e outras funções mentais, corporais e comportamentais como a inteligência, a criatividade, a concentração, o raciocínio, as percepções, as noções espaciais, os sentidos, a imaginação, a sociabilidade, a comunicação, as atividades físicas, as habilidades lógicas, artísticas e musicais.

 

3. Que outras funções o Terapeuta da Memória tem?

  • Reforçar a autoestima, o autoconceito e a autoimagem.
  • Exercitar a percepção de si e do outro.
  • Promover a expressão verbal e não verbal.
  • Estimular a autonomia.
  • Favorecer a expressão das habilidades.
  • Despertar potencialidades.
  • Liberar emoções.
  • Incentivar a solução de desafios.
  • Melhorar a qualidade de vida.
  • Promover a ativação corporal.
  • Dar suporte emocional.
  • Manter a saúde mental.
  • Estimular os sentidos: olfato, gosto, tato, visão e audição.

 

4. Conteúdo Programático do Curso

  • Como fazer a avaliação do cliente.
  • Identificar a deterioração cognitiva, qualificar e quantificar o estado da deterioração.
  • Definir o grau de incapacidade.
  • Fazer diagnóstico diferencial.
  • Planejar a reabilitação cognitiva com atividades lúdicas.
  • Avaliar a eficácia do tratamento.
  • Trabalho multidisciplinar com médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, fisioterapeutas, enfermeiros e cuidadores.
  • Como treinar cuidadores e familiares de idosos ou de pessoas com problemas de memória.
  • Características pessoais para exercer a profissão de Terapeuta da Memória.
  • Estudo da mente e dos principais transtornos mentais.
  • Anatomia e fisiologia do cérebro.
  • Ética e etiqueta profissional.
  • Práticas: terapia supervisionada de casos clínicos.

 

Terapeuta da Memória

O Terapeuta da Memória é um profissional de grande importância.

5. Qual o público-alvo do Terapeuta da Memória?

  • Idosos ou pessoas com perda cognitiva leve.
  • Pessoas que desejam fazer a prevenção de doenças da memória.
  • Pessoas com deterioração intelectual, deficiências cognitivas, perturbações neurológicas ou perdas da memória associadas a doenças como depressão, demências, acidente vascular cerebral (AVC), doença de Alzheimer, uso de medicação, drogas, acidentes, estresse.
  • Cuidadores de idosos ou cuidadores de pessoas com problemas cognitivos.
  • Familiares de idosos ou familiares de pessoas com problemas cognitivos.
  • Estudantes de psicologia, medicina, terapia ocupacional, terapeutas holísticos, enfermagem e fisioterapia, interessados em aprender técnicas e procedimentos para lidar com idosos ou pessoas com problemas cognitivos.

 

6. Quem pode atuar como Terapeuta Clínico da Memória?
Não há uma formação obrigatória para terapeutas em faculdades ou escolas específicas, oficiais. Ele pode ter a formação em cursos chamados livres. A profissão não é regulamentada por lei federal. Qualquer pessoa que respeita o ser humano e é ética, que gosta de ajudar o seu semelhante, por meio de aconselhamento ou orientação de apoio pessoal ou profissional, pode ser um terapeuta comportamental. De acordo com a legislação brasileira a Terapia da Memória não é atividade privativa de uma classe de profissionais.

É fundamental ao  Terapeuta Clínico da Memória de livre formação, frequentar cursos, realizar estudos contínuos como autodidata (aquele que estuda por conta própria) e realizar supervisão com terapeutas experientes. É bom saber a diferença entre os vários profissionais que trabalham auxiliando na solução dos problemas comportamentais, emocionais e existenciais.

O conhecimento das diferenças entre os profissionais, garante a manutenção da ética nos respectivos campos de atuação. Veja a seguir uma explicação objetiva sobre as diferenças:

 

O psicólogo em geral atende o cliente, olhos nos olhos, um sentado diante do outro.

 

 

a) Psicólogo: formado em psicologia, atua com técnicas e testes psicológicos específicos, regulamentadas pelo Conselho Federal de Psicologia. Existem diversas abordagens de psicoterapia ou linhas de tratamento no campo da psicologia. O psicólogo não pode receitar medicação. Ele responde ao Conselho Regional de Psicologia.

 

 

 

Psiquiatria, o remédio é a solução.

 

b) Psiquiatra: formado em medicina, atua com psicanálise e outras técnicas de psicoterapia, mas principalmente prescrevendo medicação. Em geral, este profissional acredita que basicamente os remédios resolvem os problemas mentais e de comportamento. O problema está na dependência química dos remédios, que causam efeitos colaterais, às vezes piores do que a doença original. O psiquiatra responde ao Conselho Regional de Medicina.

 

 

 

Na psicanálise o paciente fica deitado em um divã. Ali ele relata seus sonhos, traumas, frustrações.

 

c) Psicanalista: formado em psicologia ou medicina, ou em institutos, sociedades, centros ou clínicas especializadas em Psicanálise. Pessoas de qualquer formação podem ser psicanalistas após concluir o seu curso de formação. Não respondem a nenhum Conselho Oficial de Classe Profissional. Os psicanalistas tradicionais trabalham com o paciente deitado em um divã fazendo análise de sonhos, associação livre de pensamentos e análise de acontecimentos da vida passada.

 

 

 

O terapeuta comportamental é um educador, instrutor, apoiador, conselheiro.

d) Terapeuta/Conselheiro comportamental: sem necessidade de formação específica nas modalidades anteriores. Não responde a nenhum Conselho Oficial de Classe Profissional. Trabalha com uma ou várias linhas de ajuda para problemas comportamentais. Existem muitos cursos de terapia ou aconselhamento, diversas abordagens, em escolas, centros, institutos, espalhados pelo país e pelo mundo. O terapeuta educa, orienta, apoia, aconselha, motiva.

 

 

Terapeuta Floral, uma das abordagens do chamado tratamento alternativo.

 

 

e) Terapeutas Holísticos, Alternativos: sem necessidade de formação específica nas modalidades anteriores. Não responde a nenhum Conselho Oficial de Classe Profissional.Trabalha com uma ou mais linhas de terapia, como Florais, Meditação. Existem muitas terapias alternativas.

 

 

 

 

Coach Clínico: orienta, aconselha, motiva

f) Coach Clínico: modalidade mais recente de orientação pessoal e profissional. Não responde a nenhum Conselho Oficial de Classe Profissional. Trabalha com uma ou várias linhas de ajuda para problemas comportamentais, emocionais e existenciais. Existem muitos cursos de formação para Coaches, diversas abordagens, em escolas, centros, institutos, espalhados pelo país e pelo mundo. O Coach educa, orienta, apoia, aconselha, motiva. Saiba mais.

 

 

7. Onde o Terapeuta Clínico da Memória pode atuar?
Em consultórios particulares ou associando-se a outros profissionais que trabalham com outras terapias. Podem trabalhar em spas, institutos e centros de desenvolvimento pessoal, profissional ou filosófico. Terapeutas evoluídos, de especialidades diferentes, dividem consultórios e respeitam as diferenças de abordagens e formações.

 

8. Quem é o profissional que apresenta as aulas?

Flávio Roberto Pereira

É o professor, palestrante, psicanalista, terapeuta, consultor, coach, educador, meditante, praticante de Tai Chi, Flávio Pereira. Há quase três décadas trabalha na área de desenvolvimento pessoal e aconselhamento. Saiba mais sobre ele.

 

9. Aprenderei técnicas psicológicas no Curso de Terapeuta da Memória?
Não. Estas técnicas são restritas a psicólogos apenas.

 

10. Qual a metodologia de ensino?

a) Método socrático: é uma técnica de investigação feita em diálogo, que consiste em o professor conduzir o aluno a um processo de reflexão e descoberta dos próprios valores. A aula é conduzida pelos interesses de conhecimento do próprio aluno para transformá-lo em cidadão autodeterminado, autodidata, ativo. Diferente das aulas convencionais das escolas tradicionais onde o professor é ativo, e o aluno passivo, o qual decora a matéria para realizar as provas de avaliação.
b) Estudo de casos, aulas expositivas, leitura de textos.
c) Exercícios para fazer em casa. Provas ou testes de conhecimento.

O material de apoio/didático é entregue em cada aula.
Trabalho de conclusão de curso: o aluno apresenta casos bem sucedidos ou sem solução (para trabalhar com as frustrações).

11. Quantos alunos participam do curso?
As aulas são particulares, individualizadas, personalizadas.
Só você e o professor.

12. Qual a agenda das aulas?
Você faz a sua. Semana: manhã, tarde ou noite; sábados: manhã ou tarde.
Poderá iniciar imediatamente.

13. Qual a carga horária do curso? 15 aulas de 1h cada.

14. Em quanto tempo poderei terminar o curso?
Dependerá de quantas aulas agendar no mês. Sugere-se uma aula por semana para dar tempo de estudar em casa, fazer os exercícios e amadurecer os conceitos.
Você também poderá fazer o curso no formato concentrado. Faz por exemplo, duas aulas pela manhã, duas à tarde, presencial ou on line, no mesmo dia.

15. Receberei certificado? Qual a validade do certificado?

Você receberá um certificado de 60 horas, referente as horas de aulas com o professor, os exercícios, as leituras e as tarefas para realizar em casa.
15 horas aulas presenciais ou on line com o professor + 45 horas de tarefas de casa = 60 horas.

Instituto Flávio Pereira é uma organização de ensino de cursos livres, amparada pela legislação, de educação não formal, cujo objetivo é proporcionar às pessoas conhecimentos que lhe permitam aperfeiçoar-se pessoal e/ou profissionalmente.

O certificado de conclusão de curso expedido pelo Instituto Flávio Pereira tem validade para fins curriculares, como certificado de atualização/aperfeiçoamento. O certificado não pode ser confundido ou usado como diploma formal, profissionalizante de ensino médio, ou de graduação, ou de pós-graduação. O certificado não dá direito legal de assumir responsabilidades técnicas formais e regulamentadas por lei nas áreas afins.

O certificado emitido pelo Instituto Flávio Pereira tem validade para comprovar os conhecimentos adquiridos pelo aluno durante o curso de aperfeiçoamento. No certificado consta: o CNPJ do Instituto, nome e assinatura do profissional que ministrou o curso, nome do aluno RG e CPF, nome do curso, o conteúdo programático e carga horária do curso e data de emissão.

16. O curso não é rápido considerando o tempo de estudo de outros cursos?
Nos cursos tradicionais são estudadas muitas matérias teóricas, as quais o aluno jamais vai utilizar no contexto de aconselhamento ou orientação pontual.

Quem cursou uma faculdade sabe sobre esta triste realidade das escolas. Fazer marketing enchendo a grade curricular para dar noção de credibilidade. Quando não é a quantidade que conta, mas a qualidade.

Escolas particulares tradicionais orientam seus alunos a realizarem estudos sem fim, sempre com objetivo de captar matrículas e mensalidades.

Escolas governamentais, focalizam as pesquisas científicas, estudos que em geral também fogem da realidade. Os mestres e doutores ficam concentrados neles mesmos, nas suas próprias pesquisas, muitas delas sem o menor interesse para a sociedade. É mais para ganhar títulos e fazer carreira às custas do dinheiro do Estado. O ensino é voltado para os professores e para a escola e não para o aluno, embora a propaganda tente mostrar uma realidade diferente.

Massificação do ensino. Qual a qualidade?

Outro fator relevante: é a massificação do ensino. Uma coisa é você aprender com 40, 50, 60 pessoas ou mais, numa mesma sala de aula, sem o contato direto e personalizado com o professor. As faculdades e outros tipos de escola são uma indústria de cursos. Como pode o professor ensinar de verdade? Na aula personalizada o educador consegue captar as dificuldades específicas do aluno. Cada indivíduo aprende de uma forma particular. Uns mais rápidos, outros mais lentos e assim por diante.

 

Quantidade x Qualidade: eis a questão.

Outro exemplo sobre a quantidade x qualidade: pessoas que estudam inglês 3, 5 ou mais anos e nunca dominam o idioma. Estudam em escolas com turmas lotadas. Já alunos que contratam professores particulares aprendem em menos de um ano.

 

17. Quais os pré-requisitos para fazer o  curso?
Maior de 18 anos.

18. Ter uma formação acadêmica não é fundamental?
Não. Convencionou-se uma formação acadêmica para elitizar a educação. Muito antes de existirem as faculdades pessoas atuavam como profissionais na área de aconselhamento pessoal.

O mais importante é o interesse em fazer o curso e ter vocação para orientar, aconselhar, prestar apoio àqueles que precisam de ajuda. Muito antes de existirem as faculdades pessoas atuavam como profissionais.

19. Ficarei preparado para atuar no mercado tendo apenas uma pessoa como professor/orientador?
Sim, porque o Prof. Flávio vai ensinar tudo o que aprendeu durante décadas no exercício de sua profissão realizando aconselhamento comportamental e coaching. Sigmund Freud, só para citar um exemplo entre tantos outros, foi o fundador da psicanálise. Ele formava sozinho profissionais em seu consultório particular e naquela época os conhecimentos eram bem mais limitados comparados ao que temos hoje.

20. Qual o diferencial do Curso?
No curso do Instituto Flávio Pereira você terá aulas individuais, personalizadas. Os estudos são concentrados no que interessa para o mundo real, prático, permitindo aproveitar melhor o tempo, as energias para o estudo e assim ter mais qualidade. Só a qualidade nos interessa. Entendemos que o melhor ensino é aquele olho no olho, cara a cara, educador-aluno.

21. Posso fazer o curso à distância?
Sim.  Por meio do Skype, vídeo conferência. O ensino à distância é usado por quase todas as escolas no Brasil e no mundo.

22. Qual o investimento e a forma de pagamento das aulas?
R$ 2.000,00 à vista;
10 x R$ 230,00 (*)
Forma de pagamento: cartão débito/crédito, cheque, dinheiro, depósito bancário.
(*) a mensalidade nessa modalidade de pagamento fica condicionada ao número de aulas. R$ 230,00 dá direito à 1 aula de 1h30min. por mês.

23. O material didático é pago pelo aluno?
Sim, as fotocópias fornecidas pelo professor são pagas pelo aluno.
O professor indica a literatura/bibliografia técnica para para o aluno comprar.

24. Tire suas dúvidas, faça as suas sugestões por e-mail (contato) ou pelo WhatsApp 41 9.8525-1140.

25.Veja a nossa localização. Faça a sua inscrição, entre em contato.

Conheça outros cursos de aperfeiçoamento:

Curso Terapeuta/Conselheiro Comportamental
Curso Terapeuta do Eneagrama
Curso Terapeuta Holístico
Curso Terapeuta Clínico da Memória
Curso Terapeuta de Meditação
Curso Coach Clínico
Curso Coach com PNL
Curso Orientador Profissional/Conselheiro de Profissões
Curso Orientador Vocacional
Curso Psicanálise

Última atualização dessa página: 06 de abril de 2017. Todas as informações diferentes desta revisão de texto foram revogadas.

Flávio Roberto Pereira Selo de Qualidade

Prof. Flávio Pereira.

Enviar um e-mail para Flávio

Facebook Psicologo Curitiba Google+ Psicologo Curitiba